5 mitos sobre financiamento imobiliário

Leia em 2 minutos
5 mitos do financiamento imobiliário
Confira os 5 mitos do financiamento imobiliário para fechar o melhor negócio. São dicas valiosas de especialista

Compartilhar Post

Quando você pensa em comprar a casa própria, uma excelente opção é buscar um financiamento imobiliário. Porém, existem algumas dicas que você precisa saber antes de fechar um bom negócio.

O CEO da SejaBest, Gaspar Motta, listou 5 mitos do financiamento imobiliário. São informações preciosas para quem está pesquisando sobre esse assunto. Então, confira a seguir:

1. A Caixa é o melhor banco?

Segundo Motta, muitas pessoas ainda pensam que a Caixa é o melhor banco para financiar um imóvel. Ele afirma que hoje em dia existem muitas outras opções. “Tem o Itaú, Santander, Banco do Brasil e Bradesco que estão atuando com taxas muito semelhantes da Caixa, inclusive atendendo públicos diferentes”, declarou.

Como os mercados evoluíram, houve um avanço dos grandes bancos nesse sentido. No ano passado, por exemplo, foi a primeira vez que um banco privado (Itaú) passou a Caixa no número de concessões de financiamento imobiliário. “Você pode negociar uma taxa até melhor que na Caixa”, acrescentou.

2. Qualquer imóvel pode ser financiado?

Segundo Motta, muitas pessoas pensam que qualquer imóvel pode ser financiado, porém isso é outro mito. “Todos imóveis precisam passar pelos critérios para serem aceitos”, explicou. Em primeiro lugar, a documentação do imóvel precisa estar em ordem. São aceitos apartamentos, casas e salas comerciais.

3. Para compor renda precisa estar casado?

Outro mito é que muita gente pensa que para compor a renda, precisa estar casado no papel. “Somar rendas ajuda as pessoas a conseguirem um bom financiamento. Pode compor renda também com irmão e até mesmo com amigo”, esclareceu.

4. Pagar parcelas amortiza mais rápido?

Motta explica como é feita a amortização da dívida, já que essa questão gera bastante dúvida. “Quando paga a prestação, apenas uma parte vai de fato abater da sua dívida e o resto é juros”. Supondo que uma pessoa tenha uma parcela de R$ 3.000,00, em um ano ela pagará R$ 36.000,00, porém boa parte dessa quantia será juros. “Nesse exemplo, ao final de um ano, terá abatido de R$ 8 mil a R$ 10 mil da dívida de fato”, concluiu.

5. Financiamento imobiliário é burocrático?

Por fim, Motta explica que há um tempo atrás o último mito era uma verdade, pois os processos de financiamento imobiliário eram muito burocráticos. Com a chegada das fintechs, tudo ficou mais simples e rápido. “Por conta da tecnologia, hoje é possível fazer uma operação simplificada. Os grandes bancos estão automatizados e isso agiliza muito o processo”, afirmou.

Por conta disso, a burocracia diminuiu drasticamente. “Ainda tem um pouco de burocracia, mas bem menos do que no passado”, concluiu.

Assista o vídeo a seguir para entender melhor sobre os mitos do financiamento imobiliário:

Tem interesse em fazer financiamento imobiliário?

Simule aqui

Subscribe To Our Newsletter

Get updates and learn from the best

destaques

Quero comprar

um imóvel.

Quero empréstimo
usando meu imóvel.