Etapas do financiamento imobiliário no Itaú

Leia em 2 minutos
Etapas do financiamento imobiliário no Itaú
Conheça o passo a passo das etapas do financiamento imobiliário no Itaú. Entenda como funciona o andamento do processo

Compartilhar Post

Conhecer as etapas do financiamento imobiliário do Itaú pode te ajudar a entender como funciona todo o processo.

Está pensando em comprar a casa própria? O ideal é fazer várias pesquisas e saber exatamente todas as etapas da operação, pois assim você poderá avaliar qual instituição financeira escolher.

Confira a seguir o passo a passo do financiamento imobiliário no Itaú:

Análise do crédito

Após fazer a simulação, é hora de analisar renda, perfil do cliente, prazo, etc. Nesse momento, na maioria dos bancos, é necessário enviar vários documentos para análise de crédito. Porém, por conta do sistema do Itaú, não é preciso encaminhar os documentos. Essa é a grande vantagem.

Com a análise de crédito, você vai saber exatamente quanto pode gastar, o que torna mais fácil descobrir o valor do imóvel que pode financiar.

O prazo de análise no Itaú é mais rápido do que em outros bancos, já que não é solicitada uma lista extensa de documentos.

Segundo dados da Abecip (Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança) toda a fase da liberação de crédito dura, em média, 40 dias.

Escolha do imóvel

Com o crédito pré-aprovado, você pode escolher definitivamente o imóvel que irá comprar. Contudo, tenha mais de uma opção em mãos, já que imprevistos podem acontecer. Além disso, as condições do banco podem ser diferentes do que você espera.

Sobretudo, lembre-se que apenas imóveis com a documentação regular são financiados pelos bancos.

Análise do imóvel

Nessa etapa, é o momento de fazer a verificação da casa ou do apartamento. Portanto, um engenheiro ou arquiteto faz a vistoria, garantindo a qualidade do imóvel. Além disso, também verificam se o preço está dentro do valor de mercado.

Quando tudo está correto, emitem um laudo permitindo o andamento do processo. Lembrando que a taxa de engenharia pode ser cobrada antecipadamente.

Análise jurídica

Toda a documentação do processo de financiamento imobiliário passa por uma análise jurídica pela equipe do banco. Lembrando que são documentos do imóvel, do comprador e do vendedor. O objetivo é garantir a segurança da transação e a preservação das partes envolvidas. Dependendo do caso, documentos extras podem ser solicitados.

Elaboração do contrato

Depois da aprovação dos documentos, o processo de financiamento imobiliário tem continuidade com a elaboração do contrato. A propósito, alguns bancos convidam os compradores para uma entrevista nessa etapa.

Assinatura do contrato

Chega o momento da assinatura, ou seja, as partes envolvidas assinam o contrato do financiamento. É provável que seja cobrada uma taxa, sendo que o valor varia conforme a instituição financeira.

Registro do imóvel

Leve os contratos assinados até o cartório de registro de imóveis. No entanto, esse serviço de registro de imóvel tem uma taxa, então informe-se sobre o valor ou peça ajuda do seu consultor. Além disso, os cartórios normalmente pedem o comprovante de pagamento do ITBI (Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis), de competência municipal.

Onde buscar financiamento imobiliário?

Em primeiro lugar, faça uma simulação. Desse modo, você vai ter uma ideia dos valores das parcelas.

SejaBest possui várias parcerias e por isso oferece taxas de juros mais baixas. O atendimento personalizado garante uma ótima experiência ao cliente. Desse modo, é possível tirar dúvidas a qualquer hora do dia, todos os dias da semana.

Tem interesse no financiamento imobiliário?

Simule aqui

Subscribe To Our Newsletter

Get updates and learn from the best

destaques

IPCA-15 junho 2022

IPCA-15 registra 0,69% em junho

Leia em 2 minutos O IPCA-15 é uma prévia da inflação oficial. Em junho, o índice apresentou uma alta de 0,69%, acima da taxa registrada em maio (0,59%)

Quero comprar

um imóvel.

Quero empréstimo
usando meu imóvel.