IOF: O que é? Como funciona? Como calcular?

IOF: O que é? Como funciona? Como calcular?

O IOF é um imposto sobre transações financeiras. Ou seja, algo que você precisa muito saber se for fazer um empréstimo, financiamento ou home equity.

Não existe dinheiro público, existe dinheiro dos pagadores de impostos.

Margaret Thatcher

Como já dito acima, ele é um imposto.

Mas, se você está pesquisando sobre isso, provavelmente está em dúvida sobre o assunto. Eu sou obrigado a pagar IOF? Sim, infelizmente esse imposto como muitos outros é obrigatório.

Outra obrigação sua, é de saber como funciona a cobrança desse imposto. Assim, ninguém vai conseguir te passar pra trás no quesito transações financeiras.

Olá, eu sou Allan Almeida, gestor de marketing da Best, e nesse artigo vou te ensinar: por que, como, e quando pagar o IOF.

Porém, antes temos de entender o que é imposto, e onde ele aparece ou em que tipos de transações ele está embutido.

Então vamos lá?

O que é um imposto?

Imposto é quando o estado rouba seu dinheiro a fim de usá-los para te controlar.

Não, não é isso kkk (No fundo o nosso país é isso)

Brincadeiras a parte, imposto é um valor percentual arrecadado de cada cidadão para manter o estado e seus recursos.

Na teoria é uma alíquota arrecadada de cada pessoa, para fins de trazer melhorias na sociedade, tais como: infraestrutura, educação, saúde e bem-estar.  

Viu? é bem simples, agora falemos de IOF, o que é? onde ele está embutido?

Caso você prefira conferir o assunto por meio de vídeo:

O que é IOF? e onde ele aparece?

IOF: Imposto sobre operações financeiras.

Ele é um imposto federal sobre transações financeiras.

Operações como:

  • Cartão de Crédito;
  • Compra e vendas de Moeda Estrangeira;
  • Financiamento;
  • Empréstimo;
  • Cheque especial ou Crédito Rotativo;
  • Resgate de Investimento;
  • Fazer um Seguro.

Além de uma fonte de arrecadação de imposto, o IOF também é uma forma do governo controlar a economia do país.

Como assim?

Com os dados coletados após o uso do IOF, é possível criar índices que servem como termômetro econômico.

Então, quando ele é cobrado?

Quando o mesmo é cobrado?

O IOF será cobrado nas operações financeiras que citei acima. Vamos entender com detalhes quanto você tem de pagar sobre cada operação.

IOF no Cartão de Crédito

Nas compras internacionais, o valor do IOF gira em torno de 6,38% sobre cada operação. E, mesmo que você faça elas em solo nacional, se a empresa não for estrangera, será feita a cobrança

Já em compras feitas em território nacional de empresas registradas no Brasil, você não paga esse imposto.

Imposto sobre Transações de Moeda Internacional

O IOF também é cobrado na compra e venda de moedas internacionais em espécie. Nessa operação ele gira em torno de 1,1%.

Qual é a melhor estratégia para compra moeda internacional?

IOF em Empréstimo e Financiamentos

Em empréstimos e financiamentos será cobrado um percentual que gira em torno de 0,38% + 0,0082% ao dia segundo normas do contrato.

Já no Home Equity, (crédito com garantia de imóvel) é cobrado o valor de 0,38% + o teto total de 3% sobre o valor cheio da operação (nessas operações de longo prazo o máximo que pode ser cobrado é 3,38% de IOF sobre o valor total, fique ligado).

Agora uma observação tem de ser feita, em operações de financiamento imobiliário, não é cobrado o IOF.

Cheque especial e Crédito Rotativo

Além dos juros absurdos do Cheque e Rotativo, ainda é cobrado o IOF.

Para essas operações é cobrado o valor de 0,38% + o 0,0082% que não podem ultrapassar o limite máximo de 3%, juntando o total de dias que faltam para pagar a dívida.

Imposto sobre Investimentos

Nós investimento o IOF tem uma variação de acordo com o tempo e resgate do investimento.

Essa porcentagem gira de zero a 96%.

  • Os investimentos que entram nessa:
  • CDBs;
  • Títulos de Tesouro Direto;
  • Fundos DI;
  • LCs.

Os investimentos que não tem IOF dependendo o tempo de resgate são:

LCI e LCA, passando esse tempo dos 30 dias para resgate.

Imposto dentro da operação de Seguros

No caso dos seguros o valor é variável entre 0,38% e 25%, podendo ser cobrado também no prêmio segurado.

E como podemos calcular o IOF?

Você vai pegar o valor total da operação e multiplicar pelo valor do IOF.

Por exemplo, em uma compra no cartão de crédito de R$ 100,0 x 0,0638 (6,38%) = R$ 6,38.

Viu? o calculo é bem simples e você deve faze-lo sempre que estiver diante de uma operação ao qual ele é incluso.

Conclusão

Como falei acima, você infelizmente é obrigado a pagar o IOF, não tem como fugir.

Agora, aí vai uma dica, fique ligado quando for fazer uma operação de crédito imobiliário (home equity), os bancos não te informam que esse imposto faz parte dela

Pensando nisso, você deveria optar por uma fintech caso queira fazer uma operação dessas. E dentre as fintechs, a que eu posso te indicar é a Best.

Faça uma simulação gratuita clicando no botão abaixo:

Você também pode conferir:

Quero comprar

um imóvel.

Quero empréstimo
usando meu imóvel.