O que é IGPM e como é calculado?

Leia em 3 minutos
O que é IGPM
Entenda o que é IGP-M, índice conhecido popularmente como a inflação do aluguel. Saiba também como é calculado

Compartilhar Post

Tem dúvidas sobre o que é o IGPM? Muitas pessoas começam a pesquisar sobre o mercado financeiro e se deparam com diversas siglas específicas da área.

O IGP-M é o Índice Geral de Preços do Mercado criado no final dos anos 1940 para medir o movimento dos preços de forma geral.

Divulgado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), é o índice utilizado, principalmente, para reajustar o valor do aluguel, sendo conhecido como inflação do aluguel.

Como é calculado o IGP-M?

É um índice baseado em 3 indicadores:

  • IPA-M — Índice de Preços do Atacado – Mercado

Representa, ao todo, 60% do IGP-M. Seu propósito é monitorar os movimentos do comércio atacadista. Também serve para entender e acompanhar as variações que acontecem no varejo.

  • IPC-M — Índice de Preços do Consumidor – Mercado (corresponde a 30% do IGP-M)

Seu peso é de 30% para o IGP-M. Sua ideia é bastante parecida com a do IPCA (índice oficial da inflação no Brasil), porque mede o consumo em diversas áreas: habitação, saúde, vestuário, transporte, etc.

  • INCC-M — Índice Nacional de Custo da Construção – Mercado (corresponde a 10% do IGP-M)

Esse indicador tem um peso de 10% no IGP-M e sua coleta ocorre em 7 capitais do Brasil. Como o próprio nome já diz, avalia o custo envolvido na construção de moradias, como por exemplo materiais e mão de obra especializada.

Para que serve o IGP-M?

Na prática, acaba funcionando como um indicador macroeconômico. Desse modo, é possível ter uma noção do estado atual da economia brasileira e da inflação por meio dele.

Sua principal função é ser um indexador de contratos (aluguel, tarifas públicas, seguros, etc.). Dessa forma, ele influencia diretamente suas finanças, porque está relacionado a gastos do dia a dia como:

  • Educação: Mensalidade de escolas e universidades.
  • Imóveis: Aluguéis de imóveis comerciais e residenciais.
  • Energia: Tarifa de energia elétrica.
  • Seguros: Algumas modalidades de seguro.
  • Saúde: Determinados planos de saúde.

Além disso, esse indicador também causa uma influência significativa em seus investimentos, porque ele se associa a várias aplicações.

Ou seja, investidores precisam entender sobre o IGP-M e IGP-M acumulado.

Mas, o que é IGPM acumulado?

O IGP-M acumulado é calculado com base no mesmo raciocínio de juros compostos.

Para ficar mais fácil de entender, veja o exemplo a seguir:

Se em janeiro de 2021 o índice foi de 2,58% e de 2,53% em fevereiro, basta multiplicar cada taxa da seguinte forma, 1,0258 x 1,0253 = 1,05175274, que nos dá o IGP-M acumulado no ano até aquele momento de aproximadamente 5,17%. Se em março ele chegou a 2,94%, o acumulado anual até aquele mês é de 8,26% e assim por diante.

Os tipos de IGP

O IGP-M faz parte de uma “família de índices” que é composta também pelo IGP-10 e o IGP-DI.

Os resultados de cada um desses índices é levantado em diferentes períodos, dando origem a índices diferentes.

Quando o período de coleta de dados é realizado entre os dias 11 do mês anterior e 10 do mês de referência, o índice resultado da operação é o IGP-10.

Já o IGP-DI (Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna) é calculado em cima das informações referentes ao 1º e último dia do mês de referência.

O mais famoso do trio, o IGP-M, é resultado do cálculo feito com os dados levantados entre os dias 21 do mês anterior e 20 do mês de referência.

Como investir no IGP-M?

Entre 2002 e 2006, o Tesouro Direto oferecia um título com características muito particulares: o Tesouro IGPM+. Isso quer dizer que a rentabilidade desse título é atrelada ao indicador. Porém, esse tipo de investimento não está mais disponível.

Dessa forma, quem quiser investir pensando no IGP-M precisará buscar outras opções como LCIs e CRIs com a rentabilidade pós-fixada atrelada ao IGP-M, por meio de fundos de crédito privado que investem nos Títulos IGPM+ ou ainda por meio de fundos imobiliários de tijolos.

Subscribe To Our Newsletter

Get updates and learn from the best

destaques

Quero comprar

um imóvel.

Quero empréstimo
usando meu imóvel.