Startups brasileiras – investimentos em maio de 2022

Leia em < 1 minutos
Startups brasileiras - investimentos em maio de 2022
As startups brasileiras continuaram recebendo altos investimento em maio, porém os aportes foram menores em relação ao ano passado

Compartilhar Post

As startups brasileiras, em especial os unicórnios, receberam investimentos de R$ 1,4 bilhão em maio desse ano, em um total de 40 rodadas. Porém, em comparação com o ano passado houve uma retração, já que em maio de 2021 foram 74 rodadas e um total de US$ 3,6 bilhões aportados.

Considerando o acumulado dos cinco primeiros meses de 2022, o montante investido foi de R$ 12 bilhões em 282 rodadas. Já em 2021, nesse mesmo período, o mercado somava US$ R$ 15 bilhões.

Muitas empresas de tecnologia listadas em bolsa sofreram uma correção de preço nos últimos 60 dias, o que impactou diretamente o apetite dos investidores no mercado privado.

Para os investidores, o momento é de cuidado. Para os empreendedores, o momento é de ajustar a operação para não ser refém de novas captações, porém os bons ainda terão muitas oportunidades.

A maior captação de maio foi da fintech Dock, que oferece tecnologia no segmento de meios de pagamento e banking as a service. Após receber um aporte de R$ 525 milhões, a empresa atingiu avaliação de mercado de R$ 7 bilhões, tornando-se assim o mais novo unicórnio brasileiro.

Assim como nos últimos anos, as fintechs estão liderando os investimentos nos primeiros cinco meses de 2022. As startups de serviços financeiros somam R$ 6 bilhões em aportes, o que corresponde a uma fatia de 51,3% do total investido. O segundo setor com mais investimento é o de retailtech (varejo), com R$ 1,3 bilhão, seguido pelo de HRTech (recursos humanos), com R$ 1 bilhão.

Subscribe To Our Newsletter

Get updates and learn from the best

destaques

PIB EUA

PIB dos EUA sofre queda

Leia em < 1 minutos O PIB dos EUA foi divulgado e registrou queda no segundo trimestre de 2022

Previsão inflação 2023

Previsão de inflação 2023

Leia em 2 minutos O Copom divulgou uma nova previsão da inflação para 2023 e 2024. Além disso, o Banco Central não descarta novo aumento da Selic.

Quero comprar

um imóvel.

Quero empréstimo
usando meu imóvel.