Venture Capital cresce no Brasil

Leia em 3 minutos
Venture Capital cresce no Brasil
Investimentos Venture Capital em startups brasileiras fortalecem empreendedores e impulsionam a economia

Compartilhar Post

Você já ouviu falar em Venture Capital?

É um modelo de investimento que aplica recursos em empresas que têm expectativa de crescimento rápido e rentabilidade alta em um curto espaço de tempo. Por conta disso as startups são as empresas que mais recebem investimento, no entanto os fundos não atuam somente nesse segmento.

Se trata de um negócio de alto risco, já que trabalha com a urgência de resultados. Por outro lado, o capital investido gera valor para as empresas, fortalece empreendedores e impulsiona a economia.

Esse tipo de investimento não busca apenas injetar dinheiro em um negócio. O objetivo de quem procura investimentos é criar um networking de alto valor e também estabelecer uma parceria que possa somar.

Como funciona Venture Capital?

Os fundos investem dinheiro em empresas que estão em constante aceleração e que têm foco total no sucesso.

Por exemplo, vamos supor que você tem uma empresa e precisa contratar mais profissionais para expandir a operação. Contudo, com o faturamento atual não é possível contratar os profissionais necessários. Portanto, a solução é buscar investimento para que possa montar um time que irá acelerar o crescimento.  

O objetivo de um fundo é recuperar X vezes o valor do investimento. Quanto maior o valor de X, mais fácil será obter outro fundo. Entretanto, cerca de 50% das empresas não dão o retorno desejado e esse é o risco que os investidores correm. Para compensar, investem em algumas “pérolas”, que são empresas que vão dar um retorno 10 vezes maior.

Venture Capital no Brasil

No Brasil, o Venture Capital cresceu quase 10 vezes nos últimos anos, mas ainda assim está bem atrás dos níveis globais.

O crescimento desse setor tem atraído cada vez mais investidores estrangeiros, que lideram as principais rodadas de investimento em startups do país. A maior parte desses aportes são para fintechs, startups voltadas para o mercado financeiro.

No primeiro trimestre desse ano, as startups brasileiras receberam investimentos de US$ 2,04 bilhões em 167 rodadas de negociação. Veja a evolução dos investimentos de 2018 a 2022 no gráfico a seguir:

Investimento Venture Capital no Brasil entre 2018 e 2022

O Brasil é líder na América Latina, levando 55,9% dos investimentos destinados à região. O crescimento dos unicórnios (startups avaliadas em mais de US$1 bilhão) no país mostra que a indústria de Venture Capital está se tornando global e descentralizada. Há alguns anos, os investimentos se concentravam somente em locais como Vale do Silício, Londres, Nova York e Tel Aviv.

Porque o Brasil é foco dos investimentos de fundo de capital?

  • Tamanho do mercado: o número de pessoas no país sob uma mesma legislação, cultura e idioma faz do Brasil um dos maiores mercados em desenvolvimento que ainda é pouco explorado.
  • Problemas a serem solucionados: a ineficiência e burocracia geram oportunidades para a inovação, já que o país possui muitos problemas que ainda precisam de uma solução eficiente.
  • Fácil adaptação do brasileiro: O Brasil é a segunda maior audiência no Instagram e tem a cidade com o maior número de corridas de Uber. Isso mostra que os brasileiros se adaptam facilmente à tecnologia.

Quais as principais Venture Capital no Brasil?

Cada vez mais empreendedores brasileiros estão se beneficiando com os fundos de capital. Alguns desses fundos não têm origem brasileira, mas concentram seus recursos em startups do nosso país. Entre as principais estão Kaszek Ventures, Valor Capital Group, Redpoint Eventures, Astella e Monashees.

Investidores procuram por líderes que saibam trabalhar em períodos turbulentos e que entreguem valor a todos os envolvidos. Por isso, é necessário estar bem preparado e saber muito bem o que quer para o futuro.

Subscribe To Our Newsletter

Get updates and learn from the best

destaques

Quero comprar

um imóvel.

Quero empréstimo
usando meu imóvel.